quinta-feira, 24 de abril de 2008

MY ROUTE 6666

Foram 800 km em 34 dias, andando.

Semana que vem (começo de Maio) completa 1 ano desde o dia que arrumei meu mochilão, reduzi meu shampoo a 75ml, minhas calcinhas a 3 ceroulas beges, minha toalha de banho pro tamanho de uma de rosto, canivete, talco, metros de micropore (e o meu curvex, lógico!) e fui pro meu Caminho de Santiago de Compostela.

Meus agradecimentos e parabéns pro Santo que está lá abençoando cada um daqueles peregrinos que, pelas terras Espanholas, sapateiam rumo à igrejinha marco final (ou inicial) de uma grande experiência!

Experiência que intitulo MA-RA-VI-LHO-SA e mesmo que eu a tenha considerado infelizzz em muitos aspectos, dura em outros, tornou minha vida muito mais leve e serviu como uma nova injeção de confiança pra muitas das pedras que estão por aparecer no meu caminho...



Foi isso: 34 dias caminhando. E me lembro bem que nos 15 primeiros dias eu quis desistir (!!!) e nos outros 19 também!!!

E, assim, com essa vontade descarada de “pegar carona”, “subir no bumba”, “ir de táxi”, “pra que todo esse esforço sua louca?”, “eu vou sim resistir a essas tentações!” que conclui, step by step tamanho 38 (algumas vezes 39), a minha misteriosa peregrinação...

Mas sabe o que é acordar todas as manhãs, daqueles primeiros dias, muito cedo, com muito sono, depois de ter dormido com um bando de gente roncando (e peidando) e sair andando com o corpo in-tei-ri-nho doendo e pé florido de bolhas??

“P.Q.P.” definiria...

Sabe o q é caminhar entre campos verdinhos, mata brilhando de orvalho, por estradinhas milimetricamente “construídas” por Alguém bem especial, escutar o passarinho cuco-cuco dando o ar da graça e eu com meu corpo to-di-nho dolorido, gritando de dor??

“Passarinho, pelo amor, fique quietinho!” definiria... (hehe)

...doia tudo! Era o peso mental e o corporal + o plus do mochilão que deveria ser 10% dos meus kgs...

Só que, devagarinho, eu fui vencendo a densidade desse corpo aqui que, diga-se de passagem, estava muito habituado a praticar 1 único esporte até então: o “levantamento de garfo”.

Devagarinho, dia após dia, com o ritual de cuidar do pé, fazer alongamento, passar pomada na tendinite, de ronco já virando música clássica, que a dor foi passando e que comecei a contemplar a beleza de todos os lugares, o canto de todos os pássaros, as cores de todas as flores, o sol, as subidas, as íngremes descidas e eu mesma.

Assim, eu concluía os ou 16, 24 ou os 30km que cada dia me determinava, sem saber se encontraria água quente ou não me esperando no albergue (olha a vontade de desisitir!), com preguiça de lavar todos os dias minhas roupas na mão (vontade grande de desistir) e ter que andar de novo e de novo...

Só sei dizer que aprendi muito. Conheci pessoas maravilhosas (e outras q roncavam d+). Fiz amizades sinceras e eternas (umas q roncam). Chegou uma hora que não era mais meu corpo que me levava e sim eu que levava meu corpo... A liberdade da minha total falta de identidade. Os vários copos de vinho e toda a culinária Espanhola desfrutada. A chuva, o frio, a lama. O pôr-do-sol em Finisterre. Nossa! Faria tudo de novo simmmm...


Terminantemente um caminho misterioso e abençoado que só o Santo explicaria...

Então juntos, meu cajado, meu mochilão, minha cabaça e eu (e o Santo, Japa!) caminhamos sem pressa. Sabíamos que o importante não era a chegada e sim adquirir o aprendizado necessário para a minha evolução e o desfrutar de todo o caminho.

Respirando fundo e pisando leve,

un Buon Camino!

Besitos guapa Japa








4 comentários:

NP disse...

Saudações peregrinas querida Japinha. Apesar de todas as provações eu também tenho muitas saudades. Quem sabe, confirmando que não bato bem, eu faça de novo. Foi muito bom poder caminhar ao seu lado.
Tenho só uma pergunta:
Ronco? Mas afinal quem roncava? rss
Beijos

TT disse...

Brava Japa pela determinação. As fotos são lindas! beijos

Reiiiiiiii disse...

Iradooooooooooooooooooooooo!!!!!!!

Anônimo disse...

minha linda japa ...
so pra deixar registrado minha passada por aqui ...
mesmo da terra da rainha ... eu estou presente ... mesmo nao tanto mais no Tottenham pra dividir momentos com vc

bjao grande no seu coracao da cearense querida : )

sera que preciso assinar ?
hummm
acho que nao rsrsrs
: )